Web Designer / Photography

Latest

Têxteis Lar S. José – Actualização

Está actualizado o site e disponível on-line o Catálogo de 2014 da “Têxteis Lar S. José“, marca da empresa Susana Leite de Cunha & Filha, Lda., com sede em Figueiró (Santiago) / Amarante.

Fundada em 1986, é de cariz familiar e tem mostrado desde sempre um enorme dinamismo, estando consolidada no mercado. Confecciona roupa de cama, jogos de banho, robes, capas de edredão, atoalhados e outros têxteis. Produz para todo o mercado nacional e algum no estrangeiro. Desde 2001 que faço e actualizo o site, encontrando-se disponíveis para consulta todos os catálogos desde então.

Mais uma cerveja pelo #SimaoC

O Mundo brindou em honra a Simão Carvalho

 A partida prematura de Simão Carvalho, de 35 anos, natural de Amarante, gerou uma onda de consternação sem precedentes nos últimos anos. O seu enorme coração cedeu e, aqueles que com ele privavam, os mais chegados, os conhecidos, até aqueles que apenas o passaram a “conhecer” depois da sua morte; ninguém ficou indiferente.

O motivo não é para menos: filho e irmão de pessoas queridas da terra, com um passado e um presente de educação cívica, moral, religiosa, de solidariedade e voluntariado; este jovem viu abruptamente interrompido um percurso de vida de ajuda pelo próximo, granjeando amizades por onde passava, que agora sofrem com a saudade. Em Portugal, foi escuteiro e membro da Cruz Vermelha; em França, onde estava há 11 anos, dedicava-se à inserção de jovens com autismo e Trissomia 21 no mercado de trabalho.

A sua enorme sensibilidade traduzia-se igualmente na arte de bem fotografar com centenas de fotografias disponíveis nas redes sociais, através da aplicação Instagram, de onde se destacam perspetivas únicas da cidade de Amarante. A propósito, um AmiGo escreveu um dia: “Tem um olhar que revela um coração que vê!”

E foi através das redes sociais, que no passado Domingo, dia 16, se organizou um evento que teve o nome de “Mais uma Bock pelo Simão”, assim descrito por Elsa Bicho n’A Bola – Online: “Estivessem onde estivessem, fosse a que horas fosse, o intuito foi celebrar a vida e passar mensagem positiva entre um gole e um sorriso. As fotografias dos brindes a Simão enriqueceram a página de Facebook que difundiu a especial homenagem a este jovem recordado por mais de 700 pessoas de 50 lugares de todo o mundo, desde a Venezuela ao Canadá, passando pela Europa e chegando a África onde também encontrou a adesão de companheiros de Angola, Moçambique, Congo e Guiné Bissau, chegando ainda à Ásia (Indonésia, Timor, China, Dubai) e Austrália. Um exemplo de que as histórias infelizes podem sempre ser pinceladas de esperança e conforto.”

Em Amarante, por volta das 16:00, os que puderam – e foram muitos, reuniram-se no Largo de São Gonçalo.

“A Amizade duplica as alegrias e reparte as tristezas. À tua, Simão!”

pauloteixeira.net, in “Flor do Tâmega”
https://www.facebook.com/events/648317018549582/

Novo Site

A Liga dos Amigos do Hospital de Amarante tem nova visibilidade na Internet, com a criação de um “sítio“, alojado neste servidor, que agora “espera” a criação e registo de um domínio. Além da nova página, tem igualmente ligação às redes sociais facebook, twitter e google+.

Fundada em 6 de dezembro de 1990, esta Instituição Particular de Solidariedade Social, à qual foi atribuída a classificação de utilidade pública (D.R. nº.163 – III Série, de 17/07/1998), tem como objectivo principal promover a melhoria das condições de acolhimento e internamento dos doentes.

Exposição de Fotografia

Quando surgiu o convite para realizar uma exposição de fotografia, senti um misto de orgulho, apreensão e uma tremenda responsabilidade. Não sendo natural de cá, as raízes do lado paterno puxaram-me para a vila em 1982 e fazem hoje de mim um verdadeiro amarantino. Os anos de estudo fora não esmoreceram a paixão que tenho pela cidade e é aqui que exerço a minha atividade profissional. Aliar uma cidade como Amarante e tudo que ela encerra ao gosto pela fotografia é algo difícil de explicar e descrever. Sente-se. Vive-se. As paisagens, as gentes, os costumes, o contraste entre o antigo e o moderno – focalizadas essencialmente no centro, para onde tudo converge – estão aqui retratadas sem preocupações de exposição e de luz. A responsabilidade de ter de mostrar instantes e “cliques” de locais que já foram fotografados por milhares de pessoas é atenuada com o sentimento de que estarão a ver uma vivência amarantina única: a minha.

Ver:

[ Entrevista ao Amarante TV ]
[ Slideshow das Fotos da Exposição ]