História

O Amarante Futebol Clube foi fundado em 4 de Março de 1923.

1923 – Pompeu da Cunha Brochado foi o primeiro Presidente do clube, com apenas 19 anos. O campo de jogos do Amarante Futebol Clube, nos anos de 1923 e 1924 foi o campo da Praça. No dia 31 de Maio de 1923, o AFC fez o seu primeiro jogo contra o Santa Natália F.C. em que o Amarante venceu por 4-0.

Ver também: [ Fundador ] [ Dados da Fundação ] [ Sucessores ]

 

1924 – Adelino Bacelar foi eleito Presidente do Clube. Dr. António Vahia foi Presidente do clube para a época 1925/26 e foi sob a sua presidência que o Amarante F.C., em 1925, conseguiu obter dos Serviços Florestais, por intermédio do Dr. Largo Cerqueira, e com o melhor acolhimento dos Engenheiros Florestais Luiz Virgolino, Rocha e Reimão, a cedência de uma faixa de terreno no Parque Florestal, com a superfície de 100 por 60 metros, para o seu campo desportivo.

1925-26 – O AFC joga no campo da Florestal – campo de jogos inaugurado em 12 de Julho de 1925 – um encontro de futebol entre o Amarante F.C. e o Voluntário F.C. de Vila Real. O resultado foi de 4-3, favorável ao Amarante.

1931 – 1941 – Tenente Manuel Pereira é eleito presidente do clube, para as épocas de 1931/33. As instalações desportivas do Amarante F. C., desde Julho de 1931 até Janeiro de 1934, são no campo da Feira. Depois de um interregno, o Amarante Futebol Clube reaparece em Julho de 1931 contra uma Selecção de Penafiel. O Amarante venceu o desafio por 12 – 0.

A 6 de Dezembro de 1931, o Amarante Futebol Clube vence por 3 – 2 o Vitória de Guimarães. Dr. António Vahia é eleito presidente do clube para as épocas de 1933/35. No dia 4 de Fevereiro de 1934, é feita a inauguração do campo da Barroca e que viria a ser emblemático para o clube. Nestas instalações desportivas podiam-se realizar jogos de futebol, Ténis, Basket, Hóquei, Concursos Hípicos e Torneios de Tiro. Realizou-se neste dia um jogo de futebol entre o Amarante F. C. e os 11 Verdes de Penafiel. Venceu o Amarante por 4 – 1. O Amarante F. C. filiou-se na Associação de Futebol do Porto na época de 1934/35, sagrando-se nesta mesma época campeão regional da mesma Associação.

Tenente Manuel Pereira é eleito presidente do clube para a época 1936/37. José Martins Branco é eleito presidente do clube para a época 1937/38. Numa Assembleia Geral realizada em Janeiro de 1937, o Amarante F. C. delibera considerar seu Sócio Honorário a Câmara Municipal de Amarante. Sócios Beneméritos – Dr. António Joaquim Machado do Lago Cerqueira. Dr. Joaquim Pereira Teixeira de Pascoaes (Teixeira de Pascoaes). Tenente Manuel Pereira é eleito presidente do clube para a época 1938/39. Em 1939, o Amarante Futebol Clube participa na III Divisão da Associação de Futebol do Porto. António Vieira é eleito presidente do clube para a época 1939/40.

Olímpio Saraiva é eleito presidente do clube, para a época 1940/41.


1944 – 1952 – Reaparece o clube em 23 de Janeiro de 1944, depois de um interregno de dois anos. D. Manuel Lobo da Silveira (Alvito), é eleito presidente do clube para o ano de 1944. Amadeu Faria é eleito presidente do clube, para os anos de 1945 e 1946. Inserido nas Festas do Junho de 1945, o Amarante Futebol Clube recebe a Associação Académica de Coimbra.



Eng. Manuel Van Zeller Macedo é eleito presidente do clube para os anos de 1947 e 1948. Teófilo da Mota Freitas é eleito presidente do clube para o ano de 1949. Dr. Luís Van Zeller Macedo é eleito presidente do clube para o ano de 1950. Dr. José Soares Queiroz é eleito presidente do clube para o ano de 1951 e para a época 1952/53.

Estávamos no ano de 1951, quando no Amarante Futebol Clube, o seu emblema adoptou a forma que hoje se conhece. Até esse ano de 1951, o emblema amarantino era simples na sua concepção. Tratava-se, apenas, de uma cruz de Malta com as letras A. F. C., no seu interior e com uma bola desportiva no centro.


A partir dessa data, o emblema que serve de distintivo do Clube é constituído por um escudo de forma triangular de lados ligeiramente curvos, bordados a preto em fundo branco, escudo esse inclinado a dois meios castelos (externos) e três castelos (internos), cobertos a meio pela cruz de Malta de braços curvilíneos com as letras A F C nos três braços superiores e centrada por uma bola desportiva.

Em 1952/53, o Amarante Futebol Clube sobe à 2ª Divisão Distrital, sagrando-se campeão da 3ª Distrital.


1953 – 1964 – José Bernardino Monteiro de Moura Basto é eleito presidente do clube para a época 1953/54. Dr. Amadeu Cerqueira da Silva é eleito presidente do clube para a época 1954/55. Joaquim Guedes de Magalhães é eleito presidente do clube para a época 1955/57.


Em 1955, levam-se a efeito importantes melhoramentos, no campo da Barroca. Alberto Mário Coelho Marinho de Faria é eleito presidente do clube para a época 1957/58. Dr. António Cerqueira Vahia é eleito presidente do clube para a época 1958/59. Pedro da Silva e Sousa é eleito presidente do clube para a época 1959/60. Sob a presidência de Pedro da Silva e Sousa, o clube contrata o primeiro treinador estrangeiro de seu nome Juan Eugénio Villamar, em 1959. António Bento Soares é eleito presidente do clube para a época 1960/61. José Nisolino Ribeiro Pinto Leite é eleito presidente do clube para a época 1961/62. Pedro da Silva e Sousa é eleito presidente do clube para a época 1962/63. António Vieira é eleito presidente do clube para a época 1963/64.


Em 1963/64, o Amarante Futebol Clube sobe à 1ª Divisão Distrital sagrando-se campeão da 2ª Divisão Distrital.


1965 – 1975 – Felisberto Augusto Gonçalves de Abreu é eleito presidente do clube para as épocas de 1964/67.

Américo António é eleito presidente do clube para a época 1967/68. Pedro da Silva e Sousa é eleito presidente do clube para a época 1968/69. Amílcar Lopes Machado é eleito presidente do clube para a época 1969/70. Ilídio Torres Teixeira é eleito presidente do clube para a época 1970/71. Amílcar Lopes Machado é eleito presidente do clube para as épocas de 1971/73.


O Amarante Futebol Clube, na época de 1972/73, festeja o seu quinquagésimo aniversário. José Cândido Ribeiro da Silva é eleito presidente do clube para a época 1973/74. Amílcar Lopes Machado é eleito presidente do clube para a época 1974/75.

 

1976 – 1981 – Ramiro Vieira Pinto é eleito presidente do clube para as épocas de 1975/81. Em 1976/77, o Amarante Futebol Clube sobe à 3ª Divisão Nacional, sagrando-se campeão da 1ª Divisão Distrital.


Em 1977/78, o Amarante Futebol Clube disputa pela primeira vez a 3ª Divisão Nacional. Na época de 1978/79, o Amarante Futebol Clube sobe à 2ª Divisão Nacional.

Em 1 de Dezembro de 1979, numa eliminatória da Taça de Portugal, o Amarante Futebol Clube, recebe o Sporting Clube de Portugal no campo da Barroca, ficando o resultado em 1-1, após prolongamento.



No mês de Março de 1981, são inauguradas as actuais instalações desportivas denominadas por Estádio Municipal de Amarante.

 

1982 – 1996 – Eng. Jaime Magalhães é eleito presidente do clube para a época 1981/82. Artur Pereira é eleito presidente do clube para as épocas 1982/84. A. Teixeira da Silva é eleito presidente do clube para as épocas 1984/87. Em 1984/85, o Amarante Futebol Clube sobe à 2ª Divisão Nacional.



Alexandre Machado é eleito presidente do clube para a época 1987/88. Em 1987/88, após ter descido à 3ª Divisão, o Amarante Futebol Clube sobe, de novo, à 2ª Divisão Nacional.


José Manuel Pinto Moreira é eleito presidente do clube para as épocas 1988/90. Em 1989/90, o Amarante Futebol Clube volta a subir à 2ª Divisão Nacional “Série B”. Maximino Pinheiro da Silva é eleito presidente do clube para a época 1990/91. No dia 20 de Janeiro de 1991, é inaugurado o relvado do Estádio Municipal de Amarante com um jogo entre as equipas do Amarante F. C. e do F. C. Porto, saindo esta última vencedora, por 3-0. António Jorge Pereira da Silva é eleito presidente do clube para a época 1991/92. Jorge Queirós é eleito presidente do clube para as épocas 1992/97. Em 1993/94, o Amarante Futebol Clube ascende, de novo, à 2ª Divisão Nacional “Série B”.

 

1997 – 2002 – José Morais Clemente Teixeira foi eleito presidente do clube em 1997, permanecendo à frente dos seus destinos até à sua demissão, em finais de 2005. No dia 4 de Março de 1998, O Amarante F.C. comemorou as suas Bodas de Diamante.

Do Programa das Comemorações constaram diversas actividades, tais como: Rally Papper, torneio de futebol de 7, torneio de futebol feminino, jogo de futebol Amarante F. C. – Clube de Portugal, torneio triangular de futebol (veteranos) com as equipas do Amarante F. C., F. C. Porto e Boavista F. C., jogo de futebol Amarante F. C. – Boavista F. C., sessão de fogo de artifício no dia de aniversário, jantar comemorativo dos 75 anos e publicação de um livro sobre a história dos 75 anos do clube, da autoria de um dos principais promotores desta evocação – Pedro Alves Pinto.

Em 1997/98, o Amarante Futebol Clube sobe à 3ª Divisão Nacional

2003 – 2006 – Na época 2004-2005, o Amarante F.C. disputou a Divisão de Honra do Campeonato Distrital do Porto, tendo obtido o 3º Lugar na tabela classificativa. Na época 2005-2006, o Amarante F.C. sagrou-se campeão, tendo ascendido à 3ª Divisão Nacional. Após a demissão de José Clemente, em Novembro de 2005, em eleições antecipadas, foi eleito Joaquim Moreira Ferreira Presidente da Direcção.

A 19 de Fevereiro de 2006, foi inaugurado pelo Presidente da Câmara Municipal, Dr. Armindo Abreu, o novo Estádio Municipal de Amarante.

2007 – 2009 – O Amarante F.C. disputou o Campeonato Nacional da 3ª Divisão em 2007/2008, integrando a Série B, tornando-se campeão e ascendendo à II Divisão. Na Taça de Portugal, atingiu a melhor prestação de sempre, atingindo a 3ª Eliminatória, perdendo por 1-0 na visita ao Beira-Mar. Na época de 2008/2009, depois de ter ficado em 9º Lugar da Série B, disputou um campeonato de um grupo de manutenção, descendo de novo à III Divisão Nacional. Após a demissão de Joaquim Moreira Ferreira, em Novembro de 2008, António Mendes Cardoso assumiu a Presidência de uma Comissão Executiva até Junho de 2009

2009 – 2011 – Eduardo Jorge Medeiros Pinto é eleito Presidente do clube. Na primeira época, participando na Série B da III Divisão, a equipa principal classificou-se no 6º posto. Em 2010/2011, militando na III divisão, o Amarante Futebol Clube torna-se campeão da Série B e ascende à II Divisão. Prof. Jorge Medeiros Pinto é reeleito Presidente da Direcção para o biénio seguinte.

2011 – 2013 – Integrando a Zona Centro da II Divisão, o AFC atingiu na época 2011/2012 a melhor classificação de sempre da história do clube, no 5º lugar da tabela. Destaque igualmente para a equipa B (Sub-23) que ficou em 3º lugar da 2ª Divisão do Campeonato da AF do Porto, subindo de divisão . Nos escalões de formação, os Juniores B Sub-17 (Juvenis) classificaram-se no 2º lugar da Série 2 da 1ª Divisão da AF Porto e foram disputar o acesso ao Campeonato Nacional; os Juniores D Sub-13 (Infantis) foram campeões da Série 5 da 1ª Divisão da AF Porto, disputando igualmente o acesso ao Campeonato Nacional.

Na época 2012/2013, o plantel principal disputou a Zona Norte da II Divisão, terminando no 11º lugar e alcançando o recorde de ir disputar pelo 3º ano consecutivo este escalão competitivo.

Aquando do 90º Aniversário, foi criado uma versão do logótipo alusiva às comemorações.

AFC-90-ANOS

2013 – 2015 – António Augusto Magalhães Duarte é eleito Presidente da Direção do AFC. Na época 2013/2014, na estreia do Campeonato Nacional de Seniores, o Amarante FC disputou a Série C e teve uma participação relativamente tranquila, com um 4º lugar na I Fase e um 3º Lugar na Fase de Manutenção/Descida.

A 21 de julho de 2014, é inaugurado o Complexo Desportivo de Amarante, com 2 campos sintéticos, um de Futebol de 7, outro de Futebol de 11, com todas as infra-estruturas de apoio.

Na época 2014/2015, o Amarante FC disputou a Série B, uma das mais competitivas e com equipas ex-primodivisionárias, assegurando a manutenção a 2 jornadas do fim da II Fase. Na formação, destaque para a equipa dos Juniores E Sub-11 (Benjamins) que se sagrou campeã de Futebol de 7, Série 12 do Campeonato da AF Porto em F7, com números recordistas: 18 vitórias em 18 encontros, 154 golos marcados e 7 sofridos, indo disputar a fase de apuramento do campeão distrital; e para os Benjamins C, vencedor da Prova Complementar da AF Porto com 9 vitórias em 9 jogos e vencedor do Torneio Mondinense Cup em Traquinas.

2015-2017 – António Duarte é reeleito Presidente da Direção do AFC.

No dia 22 de novembro de 2015, a equipa do Amarante FC faz história na Taça de Portugal, batendo em casa o Marítimo por 1-0 e atingindo os oitavos-de-final da competição, sendo depois eliminada pela também primo-divisionária equipa do Arouca, em casa, por 1-2. Na mesma época 2015/2016, disputou a equilibradíssima Série C do renomeado Campeonato de Portugal, com 8 equipas da AF Porto e garantiu o 4º lugar da Fase da Manutenção onde apenas 5 pontos separaram o 2º do penúltimo classificado.

Relativamente à formação, foi mais um ano de recordes. Às habituais 11 equipas, a escola de pré-competição “Os Gonçalinhos” acrescentou mais 5, num total de 16 inscritas na Associação de Futebol do Porto, num total de participação em 27 provas competitivas (!), para além dos habituais torneios organizados por clubes, com destaque igualmente para organização da I Edição do Amarante Cup 2016.

Na sequência de uma participação absolutamente notável no Campeonato de Portugal Prio 2016/2017, com apenas 1 derrota, melhor ataque (33 golos marcados) e melhor defesa (9 golos sofridos), o Amarante FC sagrou-se Campeão da Série B pela primeira vez na História, disputando a Fase de Apuramento de Subida à II Liga. onde se ficou pelo 6º lugar.

Na formação, e também pela primeira vez, as 3 equipas de Benjamins (Sub11 e Sub10) alcançam a Fase de Elite da AF Porto. As equipas de Sub12 e Sub11 ganharam a II Edição do Amarante Cup 2017, tendo a primeira garantido igualmente o 1º Lugar na Série 2 da Divisão de Honra da AF Porto em Futebol de 7

2017-2019 – António Duarte é reeleito Presidente da Direção do AFC.

 

.Fontes:

Arquivo do Clube
Pedro Alves Pinto
Paulo Teixeira
World Wide Web

2012, All Rights Reserved. Designed by Paulo Teixeira